O que o diabético pode comer?


Frutas, com moderação, nunca em sucos

As frutas são alimentos perigosos para o diabético por conter muito açúcar. Devem ser consumidas com moderação, junto com suas fibras (nunca em sucos) preferencialmente acompanhadas por oleaginosas (castanhas, amêndoas, nozes etc.), diminuindo assim o pico de açúcar no sangue.

As seguintes frutas são recomendadas e de consumo liberado (em natura):

  • abacate
  • coco
  • frutas vermelhas (morango, mirtilo, cereja, framboesa)
  • maça

Não pode:

  • geleia, calda ou compota de frutas
  • sucos de fruta natural
  • sucos de fruta em caixinha
  • adicionar açúcar ou adoçantes artificiais

Chocolate pode?

O cacau é um excelente alimento e pode ser consumido sim, desde que não tenha adição de leite ou açúcar.

Procure os chocolates com pelo menos 70% de cacau ou os chocolates funcionais (sem lactose, glúten ou adição de açúcar).

Massa de farinha branca não pode

O consumo de massas feitas com farinha de trigo, principalmente refinada, não é recomendado.

As massas feitas com farinha de grão de bico, lentilha, mandioca e arroz não se transformam em açúcar rapidamente e podem ser consumidas com moderação.

Experimente evitar alimentos com Glúten por 3 meses

O trigo de hoje não é como o trigo de nossos ancestrais e suas proteínas são altamente inflamatórias e levam a disbiose intestinal, contribuindo muito para o desequilíbrio dos níveis de açúcar no sangue.

Faça essa experiência e avalie como se sente.

Açúcar branco não pode

O açúcar em todas as suas formas (refinado, mascavo, demerara, cristal) e todos os alimentos feitos com ele devem ser abolidos.

O mesmo vale para os xaropes de glicose de milho, agave etc.

O ideal é adaptar o paladar aos sabores reais dos alimentos. Pode-se trocar o açúcar por xilitol, taumatina ou stevia, já que os adoçantes artificiais (aspartame, sacarina, sucralose, acessulfame de potássio) são igualmente prejudiciais a saúde.
Lembre-se que a vontade de comer doces é causada por um desequilibrio do corpo e diminui muito com a redução da ingestão de carboidratos, aumento da ingestão das gorduras boas e a prática do jejum intermitente.

Pode perguntar que o Dr. Fabio responde

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.